OUÇA MÚSICAS INSPIRADAS

14 de ago de 2009

010 - Ofertando o 2º Boi

Introdução:
Inicialmente observe o seguinte texto bíblico: “Naquela mesma noite, lhe disse o Senhor: Toma um boi que pertence a teu pai, a saber, o segundo boi de sete anos, e derriba o altar de Baal que é de teu pai, e corta o poste-ídolo que está junto ao altar” (Juizes 6.25).

Para entendermos esta mensagem do 2º boi, precisamos entender o que acontecia com o povo de Israel, nesse período de sua história. Observe o verso 3: “Cada vez que Israel plantava, os Midianitas, Amalequitas, como também os povos do Oriente subiam contra ele”. Israel plantava e seus inimigos colhiam, não deixava em Israel sustento algum. Vinham como gafanhotos e devoravam tudo que Israel plantava. Por causa disso, estava o povo de Deus muito debilitado, sem forças até mesmo para reagir, humilhado e na mais absoluta miséria.

Israel era nominalmente o Povo de Deus, plantavam dia e noite, e quando estavam prestes a colher, vinham seus inimigos e levavam tudo, e isso a cada colheita. Clamavam a Deus, porém (v. 10) o Senhor lhes mostra o porquê isso estava acontecendo: “E disse: Eu sou o Senhor, vosso Deus, não temais os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; contudo, não destes ouvidos à minha voz”. A razão era porque estavam sendo rebeldes.
De nome eles se consideravam povo de Deus, mas no coração e nas atitudes, não viviam como se de fato o fossem. Mesmo assim, para ser fiel ao Seu Nome, o Senhor escolhe Gedeão, para libertar os Israelitas dessa opressão.

Gedeão era o menor entre seus irmãos, e sua família a mais pobre da tribo de Manasses (v.15). A escolha de Deus, não se dá pelas condições humanas, não pelo que os olhos naturais vêem, mas se dá pelo que os olhos de Deus vêem. O homem vê o natural, Deus vê o interior e Deus viu em Gedeão, força: “Vai nessa tua força e livra Israel da mão dos midianitas; porventura não te enviei eu?”. E mais: “Já que eu estou contigo, ferirás os midianitas como se fosse um só homem” (versos 14 e 16).

Deus aumenta a nossa força, e ainda mais, diminui a força do inimigo, para que alcancemos à vitória, que nos proporcionará paz e bênçãos. Contudo, o Senhor pediu de Gedeão, que ele Lhe sacrificasse o 2º boi, para que ele fosse vitorioso sobre os midianitas: “Toma um boi que pertence a teu pai, a saber, o segundo boi...” (v.25).

Curioso. O segundo boi. Qual seria a diferença entre esse segundo boi de um boi qualquer? O que teria de especial este segundo boi? Por que Deus pediu o segundo boi a Gedeão? Porque que para receber a vitória, Deus pediu a Gedeão o sacrifício do segundo boi? Receba agora a revelação espiritual do 2º boi:

1º) Porque o 2º boi simboliza o 2º Adão, Jesus o sacrifício perfeito.
Observe o texto (verso 25) “o segundo boi de 7 anos ...”. O número 7 tem como simbolismo a perfeição. Em I Co 15. 22, 45-47, 49 lemos: “Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo”, e ainda: “Pois assim está escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito alma vivente. O último Adão, porém, é espírito vivificante. Mas não é o primeiro o espiritual, e sim o natural; depois, o espiritual. O primeiro homem, formado da terra, é terreno; o segundo homem é do céu ... E, assim como trouxemos a imagem do que é terreno, devemos trazer também a imagem do celestial”.

O diabo humilhou o 1º boi, simbolismo de Adão, encheu de enfermidades, miséria, dúvidas, morte e muito mais... O primeiro Adão era defeituoso, por isso o 1º boi não seria suficiente para obter aquela vitória, daí Deus exigir o 2º boi de sete anos para dar-lhes a vitória, porque significa o sacrifício perfeito (hoje sabemos que representa Jesus Cristo).

2º) Porque o 2º boi simboliza a oferta perfeita.

A oferta perfeita é aquela que vai além do compromisso, além da lei. A oferta perfeita é exemplificada no texto de Marcos 12. 43,44: “Em verdade vos digo que esta viúva pobre depositou no gazofilácio mais do que o fizeram todos os ofertantes. Porque todos eles ofertaram do que lhes sobrava; ela, porém, da sua pobreza deu tudo quanto possuía todo o seu sustento”.

Bem diferente do Jovem Rico: “Só uma cousa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades” (Marcos 1. 21,22). Aí está a diferença entre o 2º boi e o 1º boi.

O 2º boi é a oferta de amor, voluntária, o melhor que a pessoa pode dar, é a oferta de primícias (primícias não é a primeira e sim a melhor oferta), é a oferta de Abel (2º boi), a oferta que agradou a Deus, diferente da oferta de Caim (1º boi). Deus não se agrada a oferta oferecida por obrigação, Ele considera essa oferta como defeituosa: “Agora, pois, suplicai o favor de Deus, que nos conceda a sua graça; mas, com tais ofertas nas vossas mãos, aceitará ele a vossa pessoa?” (Ml 1.9).

E ainda: “Pois maldito seja o enganador, que, tendo um animal sadio no seu rebanho, promete e oferece ao Senhor um defeituoso“ (Ml1.14). Leia também o verso 13. Enganador é aquele que pode dar o melhor (2º boi) a Deus, e não o faz e traz a pior oferta (1º boi). Quem consagra o 1º boi no altar, não pode esperar nenhum benefício de Deus, e nem que Ele conceda as suas petições, e lhe vitórias. Amém?
Essa oferta perfeita, que a Bíblia, chama de 2º boi, não se refere, apenas a oferta de dinheiro, muito pelo contrário. Vai muito mais além, pois tudo que fazemos, e que, Deus requer de nós no Seu reino, constitui uma oferta agradável ao Senhor. Nosso tempo, o amor à obra, a ajuda ao necessitado, etc., lembre-se o que disse Jesus: “tudo o que fizeres a estes pequeninos irmãos a mim o fizeste”.

Quando por qualquer motivo, deixamos de fazer a obra de Deus, ou quando vamos ao culto apenas por obrigação, quando entregamos apenas o nosso dízimo, sem, contudo haver uma expressão de gratidão ou quando podemos dar além do que o fazemos, essa não é a oferta do 1º boi?

Mas, quando damos além do dízimo, quando nos oferecemos para os serviços na obra, que não seria de nossa obrigação, quando dividimos o que temos com alguém que tem necessidades, quando tudo o que fazemos contém um louvor e gratidão a Deus, não é essa a oferta do 2º boi?

Observe o texto: “Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o Senhor dos Exércitos, enviarei sobre vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no coração. Eis que vos reprovarei a descendência, atirarei excremento ao vosso rosto, excremento dos vossos sacrifícios (ofertas), e para junto deste sereis levados” (Ml 2.1-2).

Por isso o Senhor requereu de Gedeão o 2º boi de 7 anos. Israel plantava e não colhia, porque não consagravam ao Senhor o melhor. Israel buscava o Senhor, mas não de coração, pois não confiavam integralmente em Deus, como sendo o seu Deus.

Após sacrificar a oferta perfeita, o 2º boi, Gedeão, foi capacitado espiritualmente, porque cumpriu o que Deus determinara, e pergunta ao Senhor: Posso agora guerrear? Deus responde: não. Tem muita gente contigo e Eu vou tirar a força do inimigo, para que você possa ver, que quando se oferta o melhor, o 2º boi, a vitória é certa e o povo me glorificará.

O texto é de Juizes 7. Eram 32.000 homens. Muita gente. Tire os medrosos. Saíram 22.000. Ainda tem muita gente, 10.000 é muito. Ficaram agora 300 homens. Mas, não é pouco, Senhor? Não, Gedeão. Seus inimigos já estão sem força, eu tirei a força deles, e, além disso, eu dei força de mil homens para cada um desses trezentos, que estão com você. Veja o texto a seguir: “Um só homem dentre vós perseguirá mil, pois o Senhor, vosso Deus, é quem peleja por vós, como já vos prometeu” (Js 23.10). Aleluia! Como é bom agradar a Deus, a vitória é certa. E assim aconteceu.
3º) O que na prática é o seu 2º Boi?

- O 2º boi de Abraão – foi Isaque seu único filho, o filho da promessa (Gn 22. 1-17);
- O 2º boi de Moisés – era a vara (poder e unção), seu único patrimônio (Ex 4. 3-7);
- O 2º boi da Viúva de Sarepta – era um pouco de farinha e um escasso azeite (I Rs 17. 12-16);
- O 2º boi do menino – foi os 5 pães e 2 peixinhos (Mt 14. 15-21);
- O 2º boi de Barnabé – foi a sua fazenda entregue a Igreja (At 4.37).
- Até mesmo O Senhor, para salvar milhares de filhos que estavam nas mãos de Satanás, deu o Seu 2º boi que foi e é Jesus Cristo.

Eu peço ao Espírito Santo, que Ele esteja te iluminando, de tal maneira, que você esteja entendendo esta palavra, e assim sua vida não será mais a mesma. Amém? Aleluia!

Mas, ainda quero lhe mostrar mais uma benção: Deus devolverá o seu 2º boi, basta entregar a Deus o teu melhor. Veja:

- O próprio Deus recebeu de volta o seu 2º boi, Jesus Cristo, agora glorificado.
- Abraão recebeu de volta a Isaque, e cumpriu-se a promessa: foi pai de uma multidão.
- Moisés recebeu de volta todo o poder ao libertar o povo do Egito e em Josué tomou posse da terra.
- A viúva recebeu de volta, pois, diz o texto, que ela, seu filho, e servos comeram dias e dias.
- O menino recebeu de volta, pois diz o texto que sobraram 12 cestos.
- Barnabé recebeu de volta, pois viu o crescimento da Igreja por todo o mundo, e como missionário nada lhe faltou.

Aleluia! Glória a Deus! Dê o seu 2º boi ao Senhor, entregue a Deus o melhor do seu amor, o melhor do seu tempo, de sua dedicação à obra, o melhor de sua vida, a melhor oferta, o melhor de tudo e receba as promessas de Deus para sua vida e a vitória sobre todos os seus inimigos espirituais. Amém!

4 comentários:

  1. Boa noite.

    A igreja que frequento, trata o segundo boi como sendo apenas dinheiro. Temos que dar o melhor $$$ que temos. Quanto mais $$$$$ melhor. Pra vc, isso é o segundo boi??? Pois ela se baseia justamente nessas passagens que vc citou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você poderá dar todo o seu dinheiro, mas se no seu coração e atitudes o altar de Baal estiver vivo, de nada valerá, É um conjunto o seu melhor em ofertas e atitudes cristã, pelo melhor de Deus em todas as áreas da sua vida. Deus a abençoe!!

      Excluir
    2. Você poderá dar todo o seu dinheiro, mas se no seu coração e atitudes o altar de Baal estiver vivo, de nada valerá, É um conjunto o seu melhor em ofertas e atitudes cristã, pelo melhor de Deus em todas as áreas da sua vida. Deus a abençoe!!

      Excluir
    3. Você poderá dar todo o seu dinheiro, mas se no seu coração e atitudes o altar de Baal estiver vivo, de nada valerá, É um conjunto o seu melhor em ofertas e atitudes cristã, pelo melhor de Deus em todas as áreas da sua vida. Deus a abençoe!!

      Excluir