OUÇA MÚSICAS INSPIRADAS

20 de jul de 2009

002 - O Que Fazer Quando Não Há Saída?

Introdução:

Vivemos hoje, certas situações, que, às vezes, ficamos sem saber o que fazer.
Ficamos algumas vezes encurralados, sem saídas, e quantos hoje estão vivendo em situações, que não há mais nada o que fazer, está totalmente sem saídas.
Veja no ensinamento bíblico o exemplo do povo de Israel, que logo após ter sido liberto do Egito, ainda a caminho da terra prometida, se viu encurralado pelos exércitos de Faraó, e aparentemente, também sem saídas.
Segundo alguns historiadores do antigo Testamento, eram aproximadamente mais de 3 milhões de pessoas que saíram do Egito, incluindo as crianças e mulheres.
Depois derrotou os deuses do Egito, enviando as dez pragas, e assim, Deus queria mostrar ao seu povo, a Israel, e também a Faraó e a todos os habitantes daquela região, quem de fato era o Deus dos deuses.
Observe:
1. Quando as águas se tornaram em sangue. A vida do Egito era o rio Nilo, com isso, Deus envergonha a OSÍRIS, o deus protetor do Nilo.
2. Praga das rãs – a rã era considerada imunda, tinha uma deusa chamada HEKA, e a imundície espalhou pelo Egito.
3. Praga dos Piolhos – os sacerdotes egípcios eram rigorosamente examinados, por que não podiam ser possuidores de um sequer piolho, seu deus GEB, nada pode fazer.
4. A Praga das moscas – para os egípcios as moscas os deixavam inquietos, Deus envergonhou o deus RÁ ou BELZEBU, que protegia as pessoas dos insetos.
5. Praga que atingiu com pestes aos animais - morreram muitos, envergonhou APÍS – representada pela cabeça de uma vaca - a deusa da fertilidade.
6. Praga das Ulceras - TIFOM era o deus que repelia, e não pode livrar os egípcios, e assim mais outra vez Deus fazendo valer seu poder.
7. Chuva de pedras – As lavouras foram devastadas e os egípcios perderam a plantação, a deusa SERÁPIS, deusa do céu não pode fazer nada.
8. Praga dos Gafanhotos - as arvores frutíferas foram devastadas, e SIRIS a deusa da colheita e fertilidade não pode fazer nada.
9. Trevas - As pessoas chegavam a trombar uma nas outras, e o deus URUS protetor do Sol, e RÁ deus da luz nada pode fazer.
10. Morte dos primogênitos – Foi a incapacidade total e a vergonha de todos o deuses egípcios.

Mesmo depois destes sinais ISRAEL ficou achando que não tinha saída, E VOCÊ está também sem saídas para esse novo ano que se inicia? (No casamento, no família, no emprego, nos negócios, nos estudos, nas finanças?).

Voltemos ao tema inicial: O Que Fazer Quando Não Há Saídas?

1 – Precisamos vencer o Medo e o Desespero

O Medo é algo inevitável na nossa vida. O adversário utiliza dessas armas (psicológicas), contra a nossa vida, para fazer com que duvidemos da ação de nosso Deus e para nos fazer parar em nossa trajetória.
Quando ele vem, vem com todo o seu arsenal seu armamento “bélico” possível (suas estratégias), nos intimidando fazendo com que você senta medo e fique em desespero.
Mas Deus não te abandonou ele está contigo, o Espírito Santo está ao seu lado e ele vai te dar forças para continuar.

2 – Precisamos confiar e ter certeza nesses momentos de dúvida

O Povo de Israel conhecia seu Deus, Deus tinha tirado com mão forte o seu povo do Egito, operou grandes sinais, as dez pragas, esperaram por 430 anos para a libertação, eles estavam sendo perseguidos, viam seus sonhos irem morrendo.
Clamaram ao Senhor, pois conheciam ao Deus que socorre (como mais tarde o salmista afirmou: “invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás.” Sl 50.15), mas começaram a duvidar.
Quantos hoje também tem duvidado dos sinais de Deus na sua vida, e também duvidam que Deus não vai fazer alguma coisa.
Enquanto o povo murmurava e duvidava, o líder Moisés, por causa da comunhão que nutria com Deus, conhecia e tinha confiança no Senhor dos Exércitos, ele sabia que Deus iria fazer algo.
Foi Deus quem determinou que eles ficassem ali e se acampassem ali. Deus teria seus propósitos específicos ali, na vida do povo de Israel.
Deus tem os seus métodos e meios, o agir de Deus não é como o nosso, precisamos confiar e nunca duvidar da ação libertadora de Deus e afastar de nossa a mente a dúvida.
3 – Precisamos crer nas promessas de Deus
Mesmo quando, aparentemente, as coisas não estão dando certo, não podemos duvidar da Palavra de Deus.
Deus estava lá para livrá-los, como também está aqui para nos livrar de todo o mal.
Você precisa crer, realmente, nas promessas de Deus, para receber em sua vida a vitória que Ele lhe proporcionará neste novo ano e no decorrer de sua existência aqui nesta terra.
Nas lutas, nos problemas, nas angustias, nas dificuldades que possam aparecer na sua caminhada de fé, Deus está contigo e sempre vai estar.
Naquela situação do povo de Israel, era quase impossível que eles tivessem um livramento: Faraó com seu exército vindo por trás, de um lado montanhas e do outro lado um deserto escaldante, e fora isso, na frente o mar.
Seria impossível uma solução, mas para Deus tudo é possível, e segundo hoje conhecemos, a Palavra de Deus nos afirma: “Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas.” (Lucas 1.37) E ainda: “Mas ele respondeu: Os impossíveis dos homens são possíveis para Deus.” (Lucas 18.27)
Deus move todas as coisas, os céus e a terra, tudo para que você possa saber que ele é Deus.
Precisamos apenas crer, confiar e não duvidar, e mais, nos aquietar: “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.” (Salmos 46.10-11)

Ficarmos quietos diante de Deus, pois operando Deus quem o impedirá? Amém! Aleluia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário